segunda-feira, setembro 26, 2022
HomeNotíciasUnicamp lança manifesto em defesa pela democracia

Unicamp lança manifesto em defesa pela democracia


A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou nesta segunda-feira (8) um manifesto em defesa da democracia e do processo eleitoral de 2022.

O manifesto soma-se aos recentes movimentos semelhantes, como a carta da USP, que conta com quase 800 mil assinaturas, e a da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Nomeada de “Manifesto da Unicamp pela Democracia”, a carta da Unicamp conta com a assinatura de professores eméritos como Antônio Augusto Arantes, Bernardino Ribeiro de Figueiredo, Carlos Alfredo Joly, Carlos Rodrigues Brandão, Carlos Vogt e Maria Stella Bresciani.

A leitura da carta será feita no dia 11 de agosto, mesma information em que será lançado o manifesto da Faculdade de Direito da USP.

O texto da Unicamp cita a história da universidade desde sua criação, após o golpe militar de 1964, e o compromisso com a defesa da democracia.

“Em tempos recentes, a comunidade acadêmica não deixou de se posicionar […] Nestes seis últimos anos, desde o traumático impedimento — que permitiu a governos federais e estaduais radicalizarem políticas econômicas de natureza neoliberal — a comunidade universitária não tem abdicado de manifestações críticas, pois a questão democrática e a crise econômica passaram a centralizar o debate político nacional”, escreveram.

Defesa do processo eleitoral

“A dois meses das eleições de outubro, setores democráticos da sociedade civil se mobilizam, pois a democracia no Brasil está sendo, cotidianamente, atacada por altos dirigentes do atual governo”, afirma o documento, sem citar o presidente Jair Bolsonaro (PL), tem questionado a segurança das urnas eletrônicas.

“Não se trata de uma afirmação retórica: a democracia no Brasil está em risco! Neste momento, a comunidade acadêmica da Unicamp, igualmente, não deve se silenciar!”, continua o texto.

O texto diz ainda que a comunidade acadêmica se manifesta em “defesa da realização de eleições livres e do respeito aos seus resultados”.

“Ao defendermos, de forma resoluta, a democracia política no país, não podemos deixar de reafirmar nosso compromisso com a efetivação de políticas públicas que, no próximo governo federal, enfrentem as profundas desigualdades sociais e as discriminações de todas as espécies bem como se comprometa com a defesa do ensino público, gratuito e de qualidade no Brasil”, diz o documento.

O “Manifesto da Unicamp pela Democracia” está disponível para ser assinado por professores, estudantes e funcionários da universidade.

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Recent Comments