segunda-feira, setembro 26, 2022
HomeEducaçãoQuestões sobre a independência do Brasil

Questões sobre a independência do Brasil


Teste o que você sabe sobre a independência do Brasil com questões do Enem e de vestibulares, e confira o nosso resumo para não errar nas provas!

A independência do Brasil foi resultado de uma série de importantes processos históricos que causaram importantes transformações no país. Por isso, é um tema que costuma cair no Enem e vestibulares. Confira nosso resumo e teste seus conhecimentos com questões sobre a independência do Brasil!

Antecedentes da independência do Brasil

A independência do Brasil costuma estar associada ao grito de Dom Pedro I às margens do rio Ipiranga. No entanto, o rompimento com Portugal foi um processo muito mais longo e complexo do que o dia 7 de setembro de 1822. Existiu todo um movimento que preparou o desejo de independência da colônia portuguesa.

Muito antes da vinda da família actual para o Brasil, já havia um descontentamento da população que vivia na colônia. Isso pode ser verificado nas diferentes revoltas coloniais. No século XVIII, por exemplo, havia demandas de autonomia tanto dos participantes da Inconfidência Mineira quanto da Conjuração Baiana. Já em 1817, com Dom João VI já no Brasil, ocorreu a Revolução Pernambucana.

A liberdade comercial iniciada em 1808 foi outro fator que incutiu no imaginário brasileiro a ideia de ruptura política. Com a abertura dos portos, os comerciantes brasileiros puderam negociar com outros países e, assim, a ligação entre colônia e metrópole é enfraquecida.

Em paralelo, a burguesia portuguesa ficou descontente com essa mudança. Além de perderem o monopólio da produção da colônia, ainda tiveram que lidar com as consequências de um acordo assinado por Portugal e Inglaterra. O Tratado de Comércio e Navegação estabelecia que os produtos ingleses seriam taxados em 15% para entrar no Brasil. Enquanto isso, as mercadorias portuguesas tinham taxas de 16%, ou seja, a Inglaterra saiu privilegiada.

Após a derrota de Napoleão na Europa e o reestabelecimento das monarquias, Dom João VI elevou o Brasil à condição de reino. Além disso, a capital do agora “Reino Unido de Portugal” passa a ser o Rio de Janeiro no lugar de Lisboa. Isso aumentou ainda mais a insatisfação dos portugueses.

Videoaula

Para entender melhor o conteúdo, confira a videoaula do professor Felipe no canal do Curso Enem Gratuito:

Questões sobre a independência do Brasil

Em seguida, responda às questões sobre a independência do Brasil. Não esqueça de revisar o conteúdo que está depois da lista de exercícios!

Data

A independência do Brasil

A resposta da burguesia portuguesa veio em 1820 com a Revolução de Porto, que acaba com o absolutismo no país. Em seu lugar foi implantada uma monarquia constitucional e a defesa de uma economia liberal. No entanto, por interesses financeiros, essa mesma burguesia defendia a recolonização do Brasil. O movimento fez Dom João VI retornar a Portugal no ano seguinte e deixar seu filho Dom Pedro no comando das terras brasileiras.

Nesse momento, a elite agrária brasileira se aproxima de Dom Pedro. Isso porque os latifundiários temiam perder o que haviam conquistado com o fim do Pacto Colonial. Eles viram no monarca a possibilidade de manter seus privilégios, podendo conter a recolonização. Ao mesmo tempo, poderiam impedir que a ruptura com Portugal assumisse o caráter revolucionário e republicano como havia ocorrido nas colônias espanholas.

Outra personagem histórica importante nesse processo é D. Maria Leopoldina, princesa austríaca da família Habsburgo, que se casou com Dom Pedro antes mesmo de conhecê-lo, devido a interesses políticos das duas famílias.

Leopoldina teve da melhor educação possível para uma mulher de sua época e desde criança se preparou para ser uma mulher ativa nas relações políticas de Estado. Ela teve papel essential nas decisões de D. Pedro e participou intensamente das negociações para que a Independência do Brasil ocorresse.

O 7 de Setembro foi o fechamento desse processo que deu fim a ruptura política, mas que não alterou em nada a situação socioeconômica brasileira, o Brasil, continuou sendo um país agroexportador, escravocrata, comandado por uma elite agrária.

Independência ou Morte, pintura de Pedro Américo. Esta é uma interpretação romântica de como teria sido o Grito do Ipiranga. Foi encomendada pelo governo do Brasil em 1888, muito tempo após a independência.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Recent Comments